Remove these ads. Join the Worldbuilders Guild

Harpistas

Essa organização surgiu, foi destruída e ressurgiu novamente por inúmeras vezes. Os Harpistas fazem uso “de células” e de agente solitários por toda Faerûn, embora eles interajam e compartilhem informação um com o outro de tempos em tempos, conforme a necessidade ou por segurança. Sua longevidade e resiliência se deve justamente a esse caráter descentralizado, de base e de configuração secreta.   A ideologia dos Harpistas é nobre, e seus membros orgulham-se de sua integridade e incorruptibilidade. Harpistas não buscam poder ou glória, eles se opõe à tirania e buscam justiça e igualdade para todos.   Agentes Harpistas são treinados para agir sozinhos e dependerem apenas de seus próprios recursos. Quando entram em conflitos, não contam com seus companheiros Harpistas para tirá-los da situação. Não obstante, são dedicados a auxiliar uns aos outros em tempos de necessidade, e a amizade entre Harpistas são praticamente inquebráveis. Mestres na espionagem e na infiltração, eles fazem uso de vários disfarces e identidades secretas para formar relações, cultivar suas redes de informação e manipular outros a fazer o que é necessário. Embora a maioria dos Harpistas prefira agir nas sombras, há exceções.  

Crenças

  • Ninguém pode acumular informação demais.
  • Poder em demasia leva à corrupção.
  • Ninguém deve ser incapaz.

Structure

Os Harpistas funcionam de forma anárquica, onde cada membro é dono de si e responsável sobre suas ações. Atualmente, não há uma liderança declarada. Sua rede de informações, apesar de caótica, é extremamente eficiente, trocando mensagens constantemente com diversos membros ao longo dos Reinos.   Harpistas valorizam a independência e ousadia. Entre seus membros, predominam bardos, conjuradores e espiões. A tendência geral dos Harpistas é Caótica Boa, aceitando membros não-malignos em sua ordem. Um agente Harpista tendem a operar sozinho, contando com sua astúcia e uma extensa rede de informações para ganhar vantagem sobre seus inimigos. Eles sabem que conhecimento é poder, então coletar informações é o segredo do seu sucesso. Eles estão sempre bem-informados, tendo acesso a auxílio mundano ou mágico. Membros veteranos têm acesso a bancos de conhecimento espalhados por toda Faerûn, além de fontes confiáveis em cada cidade importante. Dificilmente um Harpista trabalha abertamente, mas quando o faz, sabe que tem em quem confiar nas sombras.  

Patentes

 
  1. Watcher
  2. Harpshadow
  3. Brightcandle
  4. Wise Owl
  5. High Harper

Public Agenda

Para obter informação por toda Faerûn, eles diferenciam as dinâmicas políticas de cada região ou reino, e promovem a justiça e igualdade através de meios encobertos. Eles agem abertamente somente como último recurso. Eles procuram frustrar tiranos e quaisquer líderes, governo ou grupo que ascende demais no poder, e buscam auxiliar os fracos, pobres e os oprimidos.  

Objetivos

  • Colher informações através Faerûn.
  • Promover justiça e igualdade por meios escusos.
  • Impedir que tiranos, líderes, organizações e governos de ficarem demasiadamente poderosos.
  • Ajudar o fraco, pobre e oprimido.

History

Sua fundação inicial data de 324 DR, inicialmente formada por líderes militares élficos de Myth Drannor junto com alguns poucos patrulheiros e druidas humanos de confiança. Em seu conselho estava o (relativamente) jovem Elmister Aumar e inicialmente protegiam os elfos das ameaças dos fiéis de Banes, Bhaal, Loviatar, Malar e Myrkul. A facção se desfez várias vezes ao longo das eras, retornando novamente de uma forma ou de outra.   Após a ressurreição de Mystra, Storm Silverhand começou a reviver os Harpistas em Cormyr. Paralelamente, muitos grupos ao redor dos Reinos se intitulavam Harpistas. Durante o Conselho de Waterdeep, Remallia “Remi” Haventree representou os ideais Harpistas e contribuiu com sua rede de informantes e espiões
Type
Illicit, Rebel
Alternative Names
Aqueles Que Harpejam
Controlled Territories
Notable Members

Remove these ads. Join the Worldbuilders Guild