Remove these ads. Join the Worldbuilders Guild

Cidália

As pétalas de uma aventura.

"[...] Nunca um grupo tão variado de opiniões e personalidades foi obrigado a cooperar tanto devido à uma mesma circunstância. [...]"
Mikail Ivanov.
   
O grupo Cidália é um bando de aventureiros situados em Centúria, ativos dentro do Império de Ceres. Eles são antigos associados da Guilda dos Aventureiros que passaram de desconhecidos a ícones do Império, especialmente conhecidos dentro das províncias de Nádia e Enari.   O grupo conquistou um número considerável de favores e aliados, dentre eles Lavínia la Croix e até mesmo Lazav Vraska. Cidália é mais famosamente reconhecida pela subjugação de Rona Melville e sua parte na resolução do Incidente de Mavers, além do feito histórico de ter entrado e saído de Vasselheim com vida.
 

Membros Atuais

 
Estes indivíduos são os membros fixos do grupo e também aqueles mais famosamente reconhecidos.
 
 

Membros Temporários

 
Os listados abaixo vem e vão, esbarrando com frequência com o grupo, ou tendo sido fundamentais em algum objetivo mútuo.
 
  • Louise Sumont, a clériga da morte. Pouco antes de se tornar Grande-baronesa de Mavers, Louise viajou com o grupo e tomou parte na resolução do Incidente de Mavers.
  • Atiala Marcon, o monge ilírico. Ele entrou com Cidália na Torre de Vasselheim atrás de sua mestra, e viajou brevemente com eles até Saran.
 

Egressos

 
Estes são honrados membros do grupo que por um motivo ou outro não puderem acompanhar os demais em suas viagens.
 
  • Cinábria, a druida da lua. Numa tumultuada luta nas termas de Mavers, Cinábria foi subjugada e morta por Morduk, que arrancou a Pedra de Azambuja de suas costas. Ela retornou como uma revenant graças à interferência da Mãe dos Corvos, que lhe incumbiu a missão de destruir Mordor e o vampiro Isran Linesch. Ela tornou-se uma emissária dos corvos, vindo ao plano material como enviada da deusa quando necessário.
  • Ered Illwin, o paladino imperial. Foi forçado a continuar sua viagem à parte, cumprindo o ritual de sua paladinagem.
  • Aredhel, a ladina. Quando o grupo saiu de Vasselheim, Aredhel se dirigiu sozinha para os Planos Celestes, buscando encontrar resquícios de sua civilização.
  • Eyah, a matadora de leões. Após o baile de zêmnia, e tendo redescoberto pistas sobre sua tribo, Eyah deixou o grupo se dirigindo para as Montanhas de Ferro.

Structure

Não há um sistema fixo de hierarquia, mas uma distribuição elaborada de funções que não foram arbitrariamente definidas, mas assumidas organicamente pelos membros do grupo. Estas funções flutuaram por algum tempo antes de se tornarem fixas. É possível dizer que enquanto Ília puxa o grupo, Darieth é a voz da razão e, igualmente, uma espécie de consciência moral. Abacaxi busca sempre facilitar o desempenho de seus colegas e é quem carrega a Bag of Holding, apesar da tesoureira ser Ília. Cinábria pensa sempre no bem-estar de seus amigos primeiro, disposta até mesmo a virar as coisas para seus ideais se necessário. Yarissa tenta sempre aumentar a rede de contatos de Cidália e, ao mesmo tempo, lucrar no processo, além de ser a maior fonte de conhecimento histórico (de longe).  

Distribuição de funções

  Ília Raich é a de facto líder do grupo, incitando a maior parte das decisões e checando seus amigos periodicamente. Dito isto, muitas vezes é levada pelos seus princípios e emoções, o que não inclui necessariamente a lógica necessária para sua responsabilidade. Ela também é uma das maiores causadoras de dano do grupo, parcialmente por costumar ir à frente para examinar áreas, armadilhas e inimigos. Costuma ser acompanhada por Darieth nesses casos, também uma das maiores causadoras de dano e a perseguidora oficial do grupo. Darieth traz a frieza e lógica necessária para que algumas decisões sejam melhor definidas e geralmente apresenta várias perspectivas de um mesmo problema, indicando quais as mais lógicas destas. Ocasionalmente, também é usada como infiltradora.   O grupo não dispõe de granças habilidades curativas, apesar de Darieth ser treinada como médica. Cinábria é a fonte principal de cura, mas Aredhel e Abacaxi também possuem habilidades nesta área, ainda que limitadas. Abacaxi é conhecido por seus tratamentos explosivos, seja com estruturas ou conjuntos de criaturas, e assume uma posição de suporte ao gerenciar encantamentos e buffs com suas habilidades de artífice. Ambos Cinábria e Abacaxi são os cozinheiros, trabalhando em conjunto.   Ocasionalmente Ília toma à frente de barganhas, mas Yarissa Blackwood é o carro-forte do grupo nesta competência. Ela também traz uma fonte de dano contínuo ao alvo com suas habilidades arcanas, ocasionalmente gerando dano explosivo até mesmo superior às evocações de Abacaxi. A tiefling também cuida dos mapas que encontram e mapeia as regiões inéditas que descobrem, ocasionalmente vendendo tais mapas logo depois.   Enquanto druida da lua, Cinábria frequentemente ocupa a posição de tank, revezando tal papel com Abacaxi. Ela também cuida do reconhecimento aéreo e é conhecida por sugerir medidas exageradamente drásticas com alguma frequência.

Public Agenda

Arranjar uma forma de atender todos os objetivos pessoais dos integrantes do grupo; defender a liberdade e a auto-propriedade; trazer equilíbrio às regiões e camadas mais afetadas pelos recentes eventos caóticos (em especial a plebe).

History

Antes da campanha

  Ília Raich e Arthur Abacaxi fugiam de Sargis quando descobriram que hordas de diabos transpassaram para o plano material. Eles optaram por evitar conflitos cortando caminho rumo à capital, onde acreditavam que encontrariam segurança. Também julgavam fundamental compartilhar informações sobre a Queda de Sargis para a coroa enumiana, mas temiam que a capital também fosse perigosa demais. Foram, portanto, rumo à Stoneset, onde ficaram pelo menos três dias.   Ered Illwin havia deixado o Condado de Oréia algumas semanas atrás e deteve-se na Província Enumiana ao descobrir a situação caótica na qual o reino se encontrava. Esteve em Sargis na mesma época que Ília e Abacaxi, mas foi capturado pelo Culto dos Cem Olhos e teve que fugir da cidade quase dois dias após sua ruína completa. Eventualmente, dirigiu-se Stoneset, onde conheceu a ladina e o mago.   Um pouco antes dos três acima, Darieth Étoile e Aredhel estavam viajando juntas há alguns meses, esta última auxiliando Darieth nas missões da Ordem dos Caçadores de Sangue. A caçadora eventualmente foi designada para a investigação dos cultos necromânticos na província enumiana. Ambas as mulheres encontraram seu destino inicial, Millbrook, queimado e arruínado pela passagem de uma horda de ínferos que prontamente seguiram rumo às Montanhas de Ferro, passando pelo Forte Stonehold. Eventualmente, auxiliaram na destruição da horda, nas proximidades da Ponte Anhaf, e digiriram-se para Enari.   Eyah, a golias, viajava rumo à cidade-ponte, Chate, atravessando as Montanhas de Ferro. Em seu caminho, parou várias vezes para atender um grande número de pedidos dos fazendeiros e plebeus, bem como aceitar trabalhos de mercadores e anciões de vilas. Ela se deteve especialmente com a subjugação de uma besta que aterrorizava os bosques de Bataille, o que lhe ratificou seu título de "Matadora de Leões".   Yarissa Blackwood buscava descobrir qualquer coisa sobre sua linhagem materna, da qual sabe muito pouco. Após fazer um contrato por acidente, percebeu ser capaz de produzir magia e pôs-se a aventurar pela Costa de Prata. Falhando em ouvir rumores específicos sobre a bruxa que buscava - sua mãe - Yarissa vagou pela fronteira do Condado de Oréia e a Província Enumiana, tendo investigado um assassinato arcano na vila onde cresceu, Corlinnes.
 

Arco 1: A Crise em Enúmia

 
Ília, Abacaxi e Ered chegaram em Enari à noite, onde encontraram a cidade em estado marcial e com sinais de batalhas recentes. Quando conseguiram convencer os guardas de que traziam informações relevantes, perceberam que os cidadãos estavam trancados em casa e foram informados por um destacamento de guardas de que deviam fazer o mesmo. Antes que pudessem fazê-lo, foram pegos de surpresa quando Enari se viu atacada por uma horda de ínferos alados e, eles mesmos, surpreendidos por um cidadão afetado por alguma doença sobrenatural.   Sobrevivendo a noite, o grupo se dirigiu para o Palácio de Verfir, onde notícias de que traziam informações de Stoneset garantiram sua presença em uma reunião da alta hierárquia da cidade. Como consultoras estavam lá Darieth e Aredhel, ambas tendo sido vitais na organização da cidade para os ataques diários de ínferos. Depois que informações são trocadas, os jogadores descobrem que Rona Melville, a Senhora da Guerra, desaparecera, bem como o Rei Dússula, seu Arquiduque e alguns marqueses. Também são introduzidos à Mersa von Cordélia, uma das Bruxas de Izalith e maga da corte.   À pedido de Mersa, o grupo se une aos esforços para cessar os ataques noturnos da noite seguinte, investigando um distrito que, estranhamente, não era tão atacado quanto os outros. Nos túneis desativados abaixo deste distrito, encontram uma espécie de Basilisco e, posteriormente, evidência de que o tecido dos planos ali estava frágil. Eles decidiram investigar e, após navegarem uma série de túneis, encontraram um círculo de invocação, um cambion chamado Emiel e sua mestra, a própria Rona Melville, que teleporta para fora do local.   O ataque nas ruas acima fica mais forte à medida que os jogadores lutam contra Emiel. Ília, que já tinha visto o círculo em Sargis, sabe que alguém morrer dentro dele era mais do que indesejável, e com isso o grupo de livra de Emiel. Assim, descobrem que era ele o responsável pela influência dos ínferos menores que atacavam a superfície, o que implica dizer que a horda estava, agora, desorganizada. Rona, entretanto, havia ganho tempo suficiente para atacar, sozinha, o palácio. Quando Cinábria (enviada por Mersa) finalmente encontra os demais aventureiros e pede para que a sigam até o palácio, todos assistem parte de uma de suas torres cair, o resultado do combate entre Mersa e Rona.   Ao chegarem no palácio, encontram uma Rona muito ferida quebrando o pescoço do rei, um infante, e usando seu sangue para invocar um artefato lendário - o Graal de Amaemon. Mersa, derrotada, caía num coma profundo, que parecia assolar todos no palácio. O grupo tenta parar Rona, mas descobre que suas magias não estão funcionando. Quando Cinábria tenta interferir na manifestação do Graal, desmaia e tem uma visão de duas irmãs implorando por sua ajuda. Rona foge e o grupo também desmaia.   Quando acordam, cerca de um mês depois, descobrem que grande parte da cidade foi vítima do misterioso sono. A estrutura política de Enúmia está arruinada e a Senhora do Povo, Derrida Triar, assume como líder temporária da cidade e da província. Com recursos esgotados e uma crise sem precedentes no reino, Derrida pede que o grupo busque a irmã de Mersa, Lavínia la Croix - que segundo a maga da corte, seria capaz de identificar onde os outros círculos estavam e, também, o que o grupo deveria fazer adiante.

"Bons com portas (e cofres)."

Founding Date
2 de Selária, 230 3E
Type
Adventuring Party
Veterancy Level
Experienced
Leader
Ília Raich
Parent Organization
Guilda dos Aventureiros
Location
Centúria

Remove these ads. Join the Worldbuilders Guild

Guild Feature

Display your locations, species, organizations and so much more in a tree structure to bring your world to life!

Comments

Please Login in order to comment!